Atlético abre vantagem sobre o Fluminense nas semifinais da Sul-Americana
08/11/2018 08:17 em Futebol - Copa Sul-Americana

Ninguém imaginava uma partida fácil, mas a derrota por dois a zero deixou um sabor amargo para o Tricolor. Apesar da postura corajosa e ofensiva, o Fluminense foi derrotado na noite de quarta-feira, na Arena da Baixada, e vai precisar vencer por três gols de diferença na partida de volta das semifinais da Copa Sul-Americana, que acontece dia 28 de novembro, no Maracanã. Os gols foram marcados por Renan Lodi, na primeira etapa, e Rony, no segundo tempo.

 

O Time de Guerreiros teve oportunidades de fazer pelo menos um gol, mas também poderia ter sofrido mais, não fosse a boa atuação de Júlio César.

 

 

PRIMEIRO TEMPO
O Fluminense começou marcando em cima, para dificultar a saída de bola do time da casa. A estratégia estava dando certo nos primeiros minutos, até a primeira escapada de Marcelo Cirino, quando Gum evitou o que seria gol do Atlético. O susto não mudou o Flu, que seguiu com personalidade marcando no campo ofensivo.

 

A resposta veio aos 11 minutos, Santos defendeu em sequência as finalizações de Gum e Luciano, após escanteio cobrado por Sornoza.

 

O jogo era corrido e, dois minutos depois, foi a vez de Júlio Cesar fazer boa defesa em chute cruzado de Pablo. Aos 18 minutos, Renan Lodi finalizou duas vezes para abrir o placar. O gol reduziu a velocidade do jogo.

 

Só depois dos 30 minutos aconteceu outro lance de perigo, mas Julio Cesar voltou a aparecer bem. Aos 39, a melhor chance para o empate. Everaldo roubou a bola e invadiu a área, entre o passe e a finalização, o atacante Tricolor chutou para boa defesa de Santos. No contra-ataque, foi a vez de Júlio César fazer um milagre, após chute de Lucho desviar em Digão. 

 

SEGUNDO TEMPO
O Fluminense começou o segundo tempo buscando pressionar e teve quatro escanteios nos primeiros cinco minutos. Mas, apesar do volume, o Tricolor não criou nenhuma chance clara até os 12 minutos, quando Sornoza obrigou Santos a espalmar pela linha de fundo.

 

Aos 21, Ibañez roubou bola na intermediária, tabelou com Sornoza e chutou forte, a bola saiu com perigo. Entre os 28 e os 33 minutos, o time da casa chegou com perigo em duas oportunidades: na primeira, Pablo acertou o travessão, na segunda, Ronny cabeceou para o fundo das redes, colocando 2 a 0 no placar.

 

Após o segundo gol, o Atlético administrou o jogo, enquanto o Flu, mesmo com Marcos Jr e Junior Dutra em campo, não conseguiu diminuir a desvantagem. (FluminenseOficial)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!