Rafaela Miller será o Brasil na Cerimônia de Abertura dos Jogos Mundiais de Praia em Doha
12/10/2019 11:31 em Jogos Mundiais de Praia

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) escolheu a tenista Rafaella Miller para ser a representante do Time Brasil na Cerimônia de Abertura dos Jogos Mundiais de Praia Doha 2019, que acontece neste sábado, dia 12, às 13h30 (horário de Brasília), no Anfiteatro Katara, na capital do Catar. A atleta de 25 anos é a atual quinta colocada do ranking mundial de beach tennis.  Com a maior delegação dentre os 97 países inscritos, o Brasil chega forte no evento, organizado pela Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC). São 77 atletas (42 homens e 35 mulheres), de nove modalidades: basquete 3x3, beach soccer, beach tennis, beach wrestling, handebol de praia, maratonas aquáticas, vela (classe Fórmula Kite), vôlei de praia 4x4 e wakeboard.

 

A Cerimônia de Abertura de Doha 2019 terá um conceito diferente. Os atletas à frente das delegações não serão porta-bandeiras, mas sim representantes em um desfile que promete boas surpresas. O anúncio da representante da delegação brasileira foi feito pela Chefe da Missão, Mariana Mello, com a presença de toda a equipe durante o treino oficial da equipe. 

 

"A Rafaella foi escolhida por todos os resultados expressivos que teve na temporada de 2019. Além disso, ela foi a nossa maior medalhista dos Jogos Sul-americanos de Praia, em Rosário. Então, achamos mais do que justo ela ser escolhida para representar o Brasil na cerimônia de abertura", afirmou Mariana.

 

Emocionada, Rafaella Miller destacou a importância da escolha para sua modalidade. "O beach tennis ainda não é um esporte tão grande como outras modalidades. Então, só de estar fazendo parte desse campeonato, já é muito importante para o crescimento do esporte. Ainda mais agora, tendo uma representante à frente da delegação na cerimônia de abertura. Dará mais visibilidade à modalidade e despertará a curiosidade das pessoas. É bastante significativo. Estou muito feliz e honrada com o convite", comemorou Rafaella, que na próxima semana deve se retornar ao posto de número 1 do mundo. 

 

"2019 foi o ano para mim. Ganhei pela segunda vez o mundial, que aconteceu na Itália, e o mundial por equipes, na Rússia. Também me tornei número 1 do mundo, caí um pouco, mas agora, nesta segunda-feira, o ranking muda de novo e eu volto a liderar. Pra mim, esse ano foi o melhor ano que já tive, meu melhor desempenho", analisou a tenista, que participará da disputa de duplas femininas, ao lado de Joana Cortez, e mistas, com André Baran. 

 

A equipe é composta por oito atletas, sendo quatro no masculino e quatro no feminino. O Brasil é uma das potências na modalidade e conta ainda com a presença do treinador italiano Alex Mingozzi, referência no esporte e que ajudou o país a conquistar títulos mundiais nas últimas duas temporadas.

(Foto: Miriam Jeske/COB)

 

 

MAIS...

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rodape